Thursday, September 15, 2011

Goesas Janelas

Um post da Potira em seu lindo blog motivou-me a revisitar fotos nesta madrugada e garimpar algumas janelas de Goa.

De quebra, segue o poema da Adélia.

Janela, palavra linda.
Janela é o bater das asas da borboleta amarela.
Abre pra fora as duas folhas de madeira à-toa pintada,
janela jeca, de azul.
Eu pulo você pra dentro e pra fora, monto a cavalo em você,
meu pé esbarra no chão.
Janela sobre o mundo aberta, por onde vi
o casamento da Anita esperando neném, a mãe
do Pedro Cisterna urinando na chuva, por onde vi
meu bem chegar de bicicleta e dizer a meu pai:
minhas intenções com sua filha são as melhores possíveis.
Ô janela com tramela, brincadeira de ladrão,
clarabóia na minha alma,
olho no meu coração.




































4 comments:

۞ Potira ۞ said...

Uau Evandro!

Que fotos mais lindas!!! Que janelas!!! Que lugar!!!

(Na maior cara de pau, quero publicar uma lá no meu blog e colocar link pra essa tua postagem aqui, posso?)

=D

A VIDA NUMA GOA said...

Claro, Potira, será uma honra...

grandejanela said...

Belíssimas fotos de belíssimas janelas! Nossa "Grande Janela" compartilha esse fascínio ;)

Beijitos

grandejanela said...

OBS: Giulia acima